RSSYou TubeTwitter InstagramFacebook
 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras


Notícias

  16/02/2017 16:04 

CARTA ABERTA: O QUE SIGNIFICA O CEARÁ NÃO ESTAR REPRESENTADO NA DIREÇÃO DA CONTAG?

 

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará (Fetraece) repudia veemente como se deu a construção da chapa para a direção da CONTAG que deve ser eleita no 12º Congresso Nacional de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – CNTTR. Confira Carta Aberta sobre o processo:

 

CARTA ABERTA

O QUE SIGNIFICA O CEARÁ NÃO ESTAR REPRESENTADO NA DIREÇÃO DA CONTAG?

 

Durante seus 54 anos de existência a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do Estado do Ceará - FETRAECE tem dado uma enorme contribuição para o avanço das conquistas dos trabalhadores e trabalhadoras rurais deste país, nas mais diversas áreas: reforma agrária, assalariamento rural, assistência técnica, crédito, seguro agrícola, comercialização, agroindustrialização, previdência social, saúde, educação do campo, enfrentamento a violência contra a mulher, combate ao trabalho escravo, valorização do salário mínimo entre outras áreas.

Em 1964, no período da Ditadura Militar, a FETRAECE foi perseguida, sofreu intervenção, mas seus militantes nunca se curvaram à repressão.

Sendo uma entidade combativa e de luta, é inegável a contribuição desta Federação em todas as etapas da construção da história da CONTAG, na criação da Central Única dos Trabalhadores – CUT em 1983 e em todos os momentos históricos vivenciados pelos trabalhadores e trabalhadoras deste país: Luta pela Anistia, Diretas Já, Assembleia Nacional Constituinte, Luta pela Reforma Agrária, Luta Contra o Pagamento da Dívida Externa; Enfrentamento ao Projeto Neoliberal, na Defesa da Reforma Agrária; na eleição e na reeleição do Presidente Lula e da Presidenta Dilma, na Luta pela melhoria do salário mínimo entre outras lutas.

A FETRAECE é conhecida e respeitada em todo o Ceará por sua capilaridade, pela capacidade de pensar, elaborar e sugerir políticas públicas, por ter pessoas comprometidas com o projeto político do MSTTR nos poderes executivo, legislativo estadual e municipal, por ter consolidada a unidade do movimento sindical, considerando a diversidade de pensamento na ação, pela capacidade de construir relações institucionais e parcerias, pelo trabalho de formação e uma gestão que busca diuturnamente garantir a sustentabilidade política e financeira do movimento e pela defesa dos interesses dos trabalhadores rurais agricultores e agricultoras familiares.

No contexto atual também não se curvou. Participou intensamente das manifestações de rua contra o Impeachment da Presidente Dilma, está engajada na luta pela manutenção das conquistas, fazendo coro com a narrativa “Nenhum Direito a Menos”, percorrendo neste momento todo o Estado do Ceará debatendo contra a Reforma da Previdência Social, envolvendo nesta ação todos os diretores e diretoras, suas Coordenações Regionais e seus 183 Sindicatos filiados, a exemplo do que sempre faz quando é chamada a construir o Festival da Juventude, a  Marcha das Margaridas e o Grito da Terra Brasil.

No ambiente interno, através da implementação do Plano Sustentar e seus eixos articuladores “gestão, formação e comunicação” acreditamos, divulgamos e ecoamos em cada recanto deste Ceará a narrativa: “Juntos Somos Mais Fortes”

E, é em tempos que gritamos “Juntos Somos Mais Fortes” que o Ceará é banido, posto fora, excluído da próxima direção da CONTAG, que será eleita no 12º Congresso Nacional de Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – CNTTR.

Até hoje a representação do Ceará, na direção da CONTAG, tem correspondido às expectativas atuando nas diversas pastas a este Estado confiadas. Esta certeza ninguém nos tira. E é exatamente por isto, que repudiamos este processo construído dentro do campo CUTista. A FETRAECE há 02 anos abriu um processo de discussão e por ser unanimidade na Direção, nas Regionais e nos 183 sindicatos deixou claro para este campo o desejo em manter o nome do companheiro José Wilson de Sousa Gonçalves, representando o Ceará na direção da Confederação. E há um mês que nos separa da realização do Congresso a FETRAECE foi imposta a condição de compor a chapa com outro nome a ser apresentado.

O companheiro José Wilson, não é só um dirigente sindical rural cearense. Ele é um dirigente sindical rural brasileiro. Representa muito bem a FETRAECE por onde tem passadoSua história é de um militante, é a história de contribuição na construção dos movimentos populares, é a história da elaboração, implementação e consolidação de um projeto de vida e de sociedade para o povo brasileiro – o PADRSS- Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário.

A Realização do 12º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares – CONTAG fica marcado para o Ceará. É a fase:

FETRAECE não representada na Direção da CONTAG????????

Aqui fica a indignação da FETRAECE à maneira como foi coordenado o processo de formatação da chapa á Direção da CONTAG, pelo campo CUTista, para o quadriênio 2017-2021. Fica evidente que os argumentos apresentados para justificar a importância do Ceará na chapa não tem qualquer consistência sindical. Porque visam apenas atender aos interesses dos coronéis modernos que são políticos e sindicalistas. Os interesses destas pessoas são tão míopes, a ponto de não deixá-los perceberem o tamanho, a lealdade, a sintonia, o trabalho e o apreço desta Federação pelo Sistema Contaguiano.

No entanto, somos sindicalistas. Orientamos o conjunto da delegação do Ceará a participar do 12º Congresso, debater as políticas em pauta para o desenvolvimento do campo brasileiro. Não podemos nos sentir derrotados. A marca desta Federação será fazer o debate pela política. Nossa missão não reduz, cresce. Relação política com a nova gestão? Com certeza fica prejudicada!!!!! É amargo: fazer, dar o sangue e o suor e não ser reconhecido.

Ao companheiro José Wilson nossa solidariedade e o compromisso de fazer um caminho de retorno a sua base. Citando Bertolt Brecht: “Há aqueles/as que lutam um dia; e por isso são bons; Há aqueles/as que lutam muitos dias; e por isso são muito bons;  Há aqueles/as que lutam anos; e são melhores ainda;  Porém há aqueles/as que lutam  toda a vida; esses são os imprescindíveis.

 

Fortaleza – Ceará, 16 de fevereiro de 2017.

Direção da Fetraece

 

Clique aqui para baixar a Carta Aberta em PDF

 

Confira a Carta Aberta em imagens

 

 

 

 

 

 
Versão para impressão Diminuir tamanho das letras Voltar Página inicial Aumentar tamanho das letras

Comente esta notícia

Nome
Nome é necessário.
E-mail
E-mail é necessário.E-mail inválido.
Comentário
Comentário é necessário.Máximo de 500 caracteres.
Lei os termos de uso

Comentários

Seja o primeiro a comentar.
Basta preencher o formulário acima.

 
 
Av. Visconde do Rio Branco, 2198 - Joaquim Távora
Fortaleza - Ceará   CEP 60055-171
(85) 3231-5887 / 3231-7584
falecom@fetraece.org.br
 
  www.igenio.com.br
CTB CNTS